Cartas aos editores brasileiros e portugueses e às academias brasileiras de letras enviadas por CCDB antes e depois do lançamento de CCDB Livros


CARTA AOS EDITORES PORTUGUESES

A carta básica aos editores portugueses é igual à que enviei em 2008, em três remessas via e-mail e formulários de sites, aos editores brasileiros (mais abaixo nesta página), diferindo apenas no tratamento e numa frase, existente apenas na mensagem aos editores de Portugual, em que declaro a minha preferência por publicar os livros numa editora portuguesa, expondo os motivos. Porém, para CADA editor, português e brasileiro, modifiquei tal carta, acrescentando o que lhe fosse do interesse específico (por o haver conhecido estudando-lhe o site e outros dados via Internet) e suprimindo o que não fosse. Esta carta serve de base também aos Visitantes deste site que me quiserem ajudar a divulgar os livros e os sugiram aos editores de todos os países para publicação.

Mais abaixo ainda, nesta página, você achará a mensagem que enviei a uma senhora responsável por uma das editoras que aceitou o DVD com a obra completa CCDB - RDB. Mensagem similar enviei a todos os responsáveis por editoras que aceitaram o DVD. Tal mensagem serve para que o DVD seja aberto e percorrido com mais facilidade, formando um todo compreensível, dado que a matéria incluída é vasta (quase quatro gigabytes! de livros, ilustrações, animações e arquivos "leia-me/read-me".) - CCDB 17-01-2009

Excelentíssimos Senhores:
fui editor, um dos fundadores e diretor geral de revista brasileira de grande tiragem e circulação internacional. Conheço o mercado editorial - os editores, os autores e as obras. Este texto longo se tornará curto perante a grande oportunidade que lhes ofereço, a maior e melhor jamais apresentada a um editor de qualquer país:

Durante os últimos quatorze anos escrevi perto de trinta livros que estão todos inéditos. Trabalho de tempo integral, milhares de páginas e dezenas de volumes, com e sem ilustrações, também de minha autoria.

Entre eles: uma série infanto-juvenil com doze volumes de duzentas e cinqüenta páginas cada (no formato em que o escrevi e que pode ser mudado); um livro técnico de mil e dez páginas (idem); um livro de ficção com trezentas e uma páginas (idem); e a obra-prima, doze livros de texto com duzentas e cinqüenta páginas cada (idem) e um glossário-dicionário com mil páginas (idem), obra esta que não ouso rotular. Esta obra tem conteúdo místico, invenção, ficção, verdade, romance - tudo! Não se pode mesmo enquadrar neste ou naquele estilo sem a depreciar.

Nos doze livros de texto da magna obra (afora o dicionário) o léxicon é de trinta mil vocábulos (o dobro do de Shakespeare em toda a sua obra e seis vezes o de Camões, em "Os Lusíadas").

Aqueles quatorze anos de dedicação não-remunerada me impossibilitaram de fornecê-los impressos para sua análise. Por isso criei o site www.ccdb.gea.nom.br com o só propósito de apresentá-los aos editores. Nem mesmo amostras de partes do texto tenho condições de imprimir e enviar-lhes.

Terminado o site, inicio a oferta dos meus livros aos editores brasileiros e portugueses. Brasileiro de nascença, prefiro entanto a publicação de minha obra por editor português. Não me falta patriotismo! a língua é pátria sem fronteiras - e Portugal lê mais. Com o alcance maior de Portugal, beneficiarei melhor o Brasil.

O site, no entanto, é magnífico! e espero que os surpreenda favoravelmente. Eu lhes pediria que o visitassem, até como curiosidade. Nesse site, há páginas fáceis de achar em que (além de sugerir a publicação dos próprios livros impressos em papel) proponho a publicação de obras baseadas em meus livros, inclusive revistas em quadrinhos. Músicas estão sendo compostas pelos visitantes e lançadas no site sobre meus livros inéditos. Muitas reportagens, ali reproduzidas, os tornam os únicos que fazem sucesso mesmo antes de serem publicados. E há muito mais a ser descoberto no site - o qual é poderosa alavanca para ajudar o editor a vender os livros, quando publicados.

Rogo-lhes que me abram uma exceção e invistam um pouco de seu tempo para estudarem a apresentação de meus livros no site e a sua publicação, impressos em papel, na condição de todos os custos correrem por conta da sua editora.

Logo na página de abertura, o meu site possui um link em vermelho para a "Turnê Rápida pelo Site Para Editores".


Se não dispuserem de tempo para percorrerem o site inteiro, esse link o poupará. Porém, convido ao estudo profundo do site pelos outros caminhos da página de abertura e além - espero que esse estudo os agrade como a leitura de um ótimo livro!

Caso se interessem, poderei remeter os livros em arquivos PDF num DVD ao endereço que me fornecerem. Se exigirem, assinarei documento livrando-os de responsabilidade por esse tipo de material.

Por favor, respondam-me.

Com os melhores cumprimentos,

Cláudio César Dias Baptista - CCDB
Escritor, Ex-fundador e Diretor Geral da EDITELE - Nova Eletrônica
ccdb@ccdb.gea.nom.br
(MEU TELEFONE, APAGADO PARA ESTE SITE)
Cx. Postal 110279 - Ag. Correios 50301659
CEP: 22290-000 - Rio das Ostras - RJ
Brasil

Cláudio César Dias Baptista – CCDB - www.ccdb.gea.nom.br

 

CARTA AOS EDITORES BRASILEIROS
Prezados Senhores:
fui editor, um dos fundadores e diretor geral de revista brasileira de grande tiragem e circulação internacional. Conheço o mercado editorial - os editores, os autores e as obras. Este texto longo se tornará curto perante a grande oportunidade que lhes ofereço, a maior e melhor jamais apresentada a um editor brasileiro:

Durante os últimos quatorze anos escrevi perto de trinta livros que estão todos inéditos. Trabalho de tempo integral, milhares de páginas e dezenas de volumes, com e sem ilustrações, também de minha autoria.

Entre eles: uma série infanto-juvenil com doze volumes de duzentas e cinqüenta páginas cada (no formato em que o escrevi e que pode ser mudado); um livro técnico de mil e dez páginas (idem); um livro de ficção com trezentas e uma páginas (idem); e a obra-prima, doze livros de texto com duzentas e cinqüenta páginas cada (idem) e um glossário-dicionário com mil páginas (idem), obra esta que não ouso rotular. Esta obra tem conteúdo místico, invenção, ficção, verdade, romance - tudo! Não se pode mesmo enquadrar neste ou naquele estilo sem a depreciar.

Nos doze livros de texto da magna obra (afora o dicionário) o léxicon é de trinta mil vocábulos (o dobro do de Shakespeare em toda a sua obra e seis vezes o de Camões, em "Os Lusíadas").

Aqueles quatorze anos de dedicação não-remunerada me impossibilitaram de fornecê-los impressos para sua análise. Por isso criei o site www.ccdb.gea.nom.br com o só propósito de apresentá-los aos editores. Nem mesmo amostras de partes do texto tenho condições de imprimir e enviar-lhes.

O site, no entanto, é magnífico! e espero que os surpreenda favoravelmente. Eu lhes pediria que o visitassem, até como curiosidade. Nesse site, há páginas fáceis de achar em que (além de sugerir a publicação dos próprios livros impressos em papel) proponho a publicação de obras baseadas em meus livros, inclusive revistas em quadrinhos. Músicas estão sendo compostas pelos visitantes e lançadas no site sobre meus livros inéditos. Muitas reportagens, ali reproduzidas, os tornam os únicos que fazem sucesso mesmo antes de serem publicados. E há muito mais a ser descoberto no site.

Rogo-lhes que me abram uma exceção e invistam um pouco de seu tempo para estudarem a apresentação de meus livros no site e a sua publicação, impressos em papel, na condição de todos os custos correrem por conta da sua editora.

Logo na página de abertura, o meu site possui um link em vermelho para a "Turnê Rápida pelo Site Para Editores".

Se não dispuserem de tempo para percorrerem o site inteiro, esse link o poupará. Porém, convido ao estudo profundo do site pelos outros caminhos da página de abertura e além - espero que esse estudo os agrade como a leitura de um ótimo livro!

Caso se interessem, poderei remeter os livros em arquivos PDF num DVD ao endereço que me fornecerem. Se exigirem, assinarei documento livrando-os de responsabilidade por esse tipo de material.

Por favor, respondam-me.

Com atenção,

Cláudio César Dias Baptista - CCDB
Escritor, Ex-fundador e Diretor Geral da EDITELE - Nova Eletrônica
ccdb@ccdb.gea.nom.br
(MEU TELEFONE, APAGADO PARA ESTE SITE)
Cx. Postal 110279 - Ag. Correios 50301659
CEP: 22290-000 - Rio das Ostras - RJ

Cláudio César Dias Baptista – CCDB - www.ccdb.gea.nom.br

 

CCDB Livros ®

CCDB, RDB e Dalgiza Borges têm o prazer e a honra de anunciarem: a seção deste site que se denomina de CCDB Livros ® está no ar. Dia a dia, com minha conexão discada (dial-up) e lenta, numa velocidade de dez megabytes por hora, subi livro por livro testei-o neste site - todos já se acham no servidor e CCDB Livros está lançada. Em CCDB Livros todo mundo pode ler on-line todos os livros de CCDB e RDB inteiros, obras completas. Com a subida dos livros o espaço ocupado no servidor por este site dobrou (mais uma vez...). Mais detalhes, veja na própria CCDB Livros! É importante destacar: o lançamento de CCDB Livros não volta atrás; esse lançamento NÃO MODIFICA o propósito de CCDB, RDB e Dalgiza Borges de TAMBÉM LANÇAREM OS LIVROS EM PAPEL IMPRESSO e convidarem os artistas para que produzam obras com base nesses livros! O objetivo deste site continua, pois, INALTERADO. - CCDB

 

CARTA AOS EDITORES BRASILEIROS SOBRE CCDB Livros - enviada a todos os editores arrolados na Câmara Brasileira do Livro a partir de 17-06-2009 e durante a semana seguinte.

Prezados Senhores:
bom dia!

Está no ar "CCDB Livros", a seção do sítio www.ccdb.gea.nom.br onde podem ler ("on-line", com acesso rápido, preço ótimo, em qualquer computador, sem "downloads" demorados e restritivos), com texto integral, todos os livros de minha autoria e aquele em co-autoria com meu filho Rafael Borges Dias Baptista - RDB!

É importante ressaltar: conquanto os livros estejam todos na Internet para leitura on-line, continuo à procura de um editor para publicá-los também impressos em papel.

Lancei a nova seção do sítio dia 17-06-2009 às 22:23 horas.

Um dos livros, com mil páginas, é gratuito para baixar ao seu computador. Esse livro, o glossário e dicionário denominado de "Livro Treze", parte integrante da obra "Géa", levei três anos para escrever, trabalhando em tempo integral.

Por favor, visitem CCDB Livros e, se gostarem, honrem-nos coa leitura e divulguem ao máximo o trabalho, pois é conquista de todos os brasileiros - e não apenas de CCDB, RDB e Dalgiza Borges.
Só o escrito "Géa" inclui um léxicon de trinta mil vocábulos - o dobro do de William Shakespeare em toda a sua produção e seis vezes o de Camões em "Os Lusíadas".

Vocabulário sugere mas não atesta qualidade; solicito então que, por favor, verifiquem o conteúdo!
Sua opinião sobre CCDB Livros e os livros que contém será muito útil para aperfeiçoarmos ainda mais aquilo que nos vem ocupando todos os dias durante os últimos quinze anos.

Atenciosamente,

Cláudio César Dias Baptista - CCDB

- CCDB - 21-06-2009

 

CARTA ÀS ACADEMIAS BRASILEIRAS DE LETRAS SOBRE O LANÇAMENTO DE CCDB Livros - enviada em 19-06-2009

Excelentíssimos Senhores Acadêmicos:
bom dia!
 
Está no ar "CCDB Livros", a seção do sítio www.ccdb.gea.nom.br onde podem ler ("on-line", com acesso rápido, em qualquer computador, sem "downloads" demorados e restritivos), com texto integral, todos os livros de minha autoria e aquele em co-autoria com meu filho Rafael Borges Dias Baptista - RDB!
 
Lancei a nova seção do sítio dia 17-06-2009 às 22:23 horas.
 
Um dos livros, com mil páginas, é gratuito para baixar ao seu computador. Esse livro, o glossário e dicionário denominado de "Livro Treze", parte integrante da obra "Géa", levei três anos para escrever, trabalhando em tempo integral.
 
Por favor, visitem CCDB Livros e, se gostarem, honrem-nos coa leitura e divulguem ao máximo o trabalho, pois é conquista de todos os brasileiros - e não apenas de CCDB, RDB e Dalgiza Borges.
 
Só o escrito "Géa" inclui um léxicon de trinta mil vocábulos - o dobro do de William Shakespeare em toda a sua produção e seis vezes o de Camões em "Os Lusíadas".
 
Vocabulário sugere mas não atesta qualidade; solicito então que, por favor, verifiquem o conteúdo!
 
Sua opinião sobre CCDB Livros e os livros que contém será muito útil para aperfeiçoarmos ainda mais aquilo que nos vem ocupando todos os dias durante os últimos quinze anos.
 
Com os melhores cumprimentos,
 
Cláudio César Dias Baptista - CCDB

- CCDB - 21-06-2009

 

Se isto não é notícia...

O autor CCDB vem remetendo à imprensa, aos editores brasileiros e portugueses e às pessoas em geral a mensagem “Se isto não é notícia...”, apresentada abaixo.

Seria um grande favor - não apenas ao autor e a CCDB Livros, mas a todas as pessoas que se beneficiariam com o conteúdo dos livros de CCDB Livros - que você divulgasse esta mensagem, como está e acrescida de suas próprias observações ao maior número possível de pessoas e instituições, porém não em forma de spam.

Caso você goste do que viu e leu em CCDB Livros, por gentileza, leia e divulgue esta mensagem!

 

“Brasileiro abandona carreira fulgurante em luteria, áudio e eletrônica.

Passa dez anos escrevendo vinte e sete livros em português e mais um em inglês.

Ilustra ele mesmo cada livro com sessenta e dois painéis em 3D.

Supera em dobro o léxicon de toda a obra de Shakespeare.

Supera em seis vezes o léxicon de Camões em "Os Lusíadas".

É recorde mundial com 903 verbos, sem repetir, num só capítulo de 21 páginas.

Passa fome enquanto prepara seu site durante mais cinco anos.
Na sexagésima quarta órbita derredor do Sol, resiste à centrífuga rumo ao Além.

Contraturas nas mãos e nos pés, visão comprometida, persiste.
Envia mil e oitocentas mensagens aos seiscentos editores brasileiros.

Envia mil e duzentas mensagens aos quatrocentos editores portugueses.

Envia centenas de mensagens a todas as academias brasileiras de letras.

Envia, digitando um a um, 18.847 e-mails nos cinco anos sobre seu trabalho.

Anuncia seus livros no site com 5.720 objetos: texto, imagens, animações e estereogramas em 3D.

A visitação do site sobe a trezentas e trinta mil pessoas e cresce exponencialmente.

Estuda linguagem PHP e desenvolve o sistema para sua loja virtual.

Publica ele próprio os vinte e sete livros em português para leitura on-line.

Se isso não merece resposta, nem é notícia... o Brasil não tem mais jeito.

Prezados Senhores:
bom dia!

Está no ar "CCDB Livros", a seção do sítio www.ccdb.gea.nom.br onde podem ler ("on-line", com acesso rápido, preço ótimo, em qualquer computador, sem "downloads" demorados e restritivos), com texto integral, todos os livros de minha autoria e aquele em co-autoria com meu filho Rafael Borges Dias Baptista - RDB!

É importante ressaltar: conquanto os livros estejam todos na Internet para leitura on-line, continuo à procura de um editor para publicá-los também impressos em papel.

Lancei a nova seção do sítio dia 17-06-2009 às 22:23 horas.
Um dos livros, com mil páginas, é gratuito para baixar ao seu computador. Esse livro, o glossário e dicionário denominado de "Livro Treze", parte integrante da obra "Géa", levei três anos para escrever, trabalhando em tempo integral.

Por favor, visitem CCDB Livros e, se gostarem, honrem-nos coa leitura e divulguem ao máximo o trabalho, pois é conquista de todos os brasileiros - e não apenas de CCDB, RDB e Dalgiza Borges.

Só o escrito "Géa" inclui um léxicon de trinta mil vocábulos - o dobro do de William Shakespeare em toda a sua produção e seis vezes o de Camões em "Os Lusíadas".

Vocabulário sugere mas não atesta qualidade; solicito então que, por favor, verifiquem o conteúdo!

Sua opinião sobre CCDB Livros e os livros que contém será muito útil para aperfeiçoarmos ainda mais aquilo que nos vem ocupando todos os dias durante os últimos quinze anos.

Atenciosamente,

Cláudio César Dias Baptista - CCDB”

- CCDB 29-06-2009

MENSAGEM AOS EDITORES BRASILEIROS SOBRE O SUCESSO DE CCDB Livros e solicitação de publicação da obra

Vender tempo de leitura de livros on-line é coisa das mais difíceis.

E as pessoas estão comprando tempo de leitura em CCDB Livros e lendo os meus livros!

Se sua editora os publicar em papel impresso, eles serão comprados e lidos!

Conheça a obra em www.ccdb.gea.nom.br - CCDB Livros e leia-a completa.

Cláudio César Dias Baptista - CCDB
Escritor paulistano residente em Rio das Ostras - RJ, fundador do conjunto "Os Mutantes", ex-editor da EDITELE - Revista Nova Eletrônica
www.ccdb.gea.nom.br
ccdb@ccdb.gea.nom.br
ccdbtelaria@gmail.com

- CCDB - 15-09-2009

MENSAGEM À MÍDIA, INTITULADABRASIL

AJUDE O BRASIL A LER - REPUBLIQUE ESTA MENSAGEM!!!

Você pode LER JÁ a minha OBRA COMPLETA na seção do meu site denominada de CCDB Livros

Esta página lhe oferece uma turnê rápida para conhecer a obra que ofereço aos editores para publicarem em papel impresso: Turnê Rápida pelo Site para Editores.

Títulos e informação sucinta sobre a obra:

"Géa" (12 volumes e um glossário-dicionário - é a obra-prima que não ouso rotular).

")que(" (1 volume - ficção).

"Geínha" (12 volumes apenas, sem dicionário - série infanto-juvenil). A acentuação "errada" do título é proposital e está explicada no site e no próprio livro.

"CCDB - Gravação Profissional" (1 volume - livro técnico em co-autoria com meu filho).

Em manchete, no meu site - leia também estas PÁGINAS RECENTES, VISITADÍSSIMAS - pode republicá-las, se citar a fonte e mantiver o texto original e integral:

O assalto (O assalto - minha família assaltada - relato verídico; O Brasil Assaltado);

Minhas "Encarnações" (Minhas "Encarnações" - não se trata de espiritismo).

Cláudio César Dias Baptista - CCDB
Escritor paulistano residente em Rio das Ostras - RJ, fundador do conjunto "Os Mutantes", ex-editor da EDITELE - Revista Nova Eletrônica
www.ccdb.gea.nom.br
ccdb@ccdb.gea.nom.br
ccdbtelaria@gmail.com

A REPUBLICAÇÃO DESTA MENSAGEM É AUTORIZADA E SOLICITADA!!!

Se não quiser mais receber mensagens genéricas minhas, por gentileza responda (pelo mesmo endereço seu que houver recebido a minha mensagem) para ccdb@ccdb.gea.nom.br, ou ccdbtelaria@gmail.com este e-mail escrevendo no campo "Assunto" o título REMOVER.

- CCDB 05-11-2009

MENSAGEM À MÍDIA, INTITULADAA VEZ

Dizia o saudosíssimo Júlio Gouveia e ainda diz a mirífica Tatiana Belinky: "Mas esta é uma outra história que fica para uma outra vez". Dizia ele também: "Entrou por uma porta e saiu pela outra, quem quiser que conte outra". Pois bem! Está contada! Ela se chama Geínha! - só falta o editor, a televisão e o cinema descobrirem e republicarem! Você e eles já podem lê-la hoje, on-line, em CCDB Livros !
 
Eu seria mal-agradecido ao mestre Monteiro Lobato, se dissesse que Geínha está apta a substituir "O Sítio do Pica-pau Amarelo". Então afirmo, com toda a Amodéstia: Geínha está mais que apta a concorrer com "O Sítio do Pica-pau Amarelo" em filmes, novelas, seriados e qualquer outra mídia. Confira, lendo-a em CCDB Livros.


A REPUBLICAÇÃO DA MENSAGEM ACIMA É AUTORIZADA E SOLICITADA!!!

Se não quiser mais receber mensagens genéricas minhas, por gentileza responda (pelo mesmo endereço seu que houver recebido a minha mensagem) para ccdb@ccdb.gea.nom.br, ou ccdbtelaria@gmail.com este e-mail escrevendo no campo "Assunto" o título REMOVER.

- CCDB 05-11-2009



EXPLICAÇÃO À SENHORA RESPONSÁVEL POR UMA EDITORA SOBRE O DVD
EXPLICAÇÃO SOBRE O CONTEÚDO DO DVD - POR FAVOR, LEIA, E POUPARÁ TEMPO MAIOR QUE O DISPENSADO NESTA LEITURA!
Prezada senhora:
bom dia!

Perdão por antecipar-me ao envio do DVD. Espero ser útil, com esta mensagem longa, pois sei que o DVD pode apresentar dificuldade até mesmo à pessoa mais perspicaz. Com o intuito de lhe poupar tempo, maior do que o despendido nesta leitura, aqui vão algumas observações a respeito do conteúdo e de como entendê-lo e utilizá-lo.

Sim, o DVD é muito complexo. Foi o mais simples que consegui fazer, dado o tamanho da obra e o número de versões.

Por favor, se tiver qualquer dificuldade em navegar pelos arquivos do DVD, escreva e procurarei ajudar o melhor possível!

ARQUIVOS LEIA-ME ou READ-ME
Talvez a maior dificuldade com o DVD seja ler tantos arquivos LEIA-ME ou READ-ME e lembrar o que recomendam ou informam. Os READ-ME, com textos em inglês, foram criados para a possibilidade de um editor de língua inglesa se interessar em publicar-me os livros em seu idioma, todavia contêm dados úteis a qualquer editor.

Os arquivos LEIA-ME e READ-ME na pasta principal do DVD podem até atrapalhar o entendimento do todo do DVD, mas com o tempo quem sabe serão úteis, para reduzir ou evitar a consulta a material semelhante, no meu site.


O DVD CONTÉM "DOIS DVDs"
Em seguida à leitura dos LEIA-ME, é preciso descobrir que o DVD contém, em verdade, o material de dois DVDs.

"Um" desses dois DVDs é o da versão completa de meus livros (e o em co-autoria com meu filho) em que todos os livros contêm fontes variadas. Essa versão de fontes variadas serve para mostrar ao editor como eu poderia fornecer os livros em PageMaker, todos com essas fontes variadas - o que o editor poderia não querer, devido a talvez precisar pagar direitos aos fornecedores dessas fontes.

O "outro DVD" contido no único DVD que lhe enviei é o da versão completa dos mesmíssimos livros, porém todos eles com apenas uma fonte: a Times New Roman. Essa versão de fonte única serve para mostrar ao editor como eu poderia fornecer os livros em InDesign, todos com só essa fonte - o que evitaria ao editor precisar pagar direitos aos fornecedores das outras fontes.

COMO FORNEÇO OS LIVROS AO EDITOR
O modo como forneço os livros ao editor, caso goste do que ler nos arquivos PDF do DVD, está explicado na página do meu site "Como forneço os livros aos editores".

Em resumo, os arquivos que recebeu no DVD estão em PDF, o que lhes tira bastante da qualidade das ilustrações e não lhes permite a edição.

Caso o editor queira publicar um dos, ou todos os, livros, poderei fornecer em PageMaker 7,0 (32bits) e/ou em InDesign 4 (64bits).

Isso dos bits é porque o PageMaker não funciona em computadores com placa-mãe de 64bits. E o InDesign funciona nessas placas.

A versão em PageMaker é a original, aquela em que escrevi todos os livros.

A versão em InDesign é uma tranformação que fiz da primeira, mas também muito revisada.
O fornecimento em PageMaker ou em InDesign permitirá ao editor EDITAR, modificar, cortar, acrescentar, o que for preciso aos livros.

Note, por favor, que aceitarei cortes, acréscimos e modificações em todos os livros, a não ser naquele chamado "Géa" - que é a obra-prima.

Na obra Géa, só aceitarei modificações nas páginas iniciais, até o ponto em que começa o texto do primeiro capítulo - mais detalhes, estou ao seu dispor para conversarmos e farei o possível para atendê-la e a sua editora, facilitando tudo quanto possa para ver os livros publicados.

VERSÕES DE GÉA ILUSTRADA
E depois de entender tudo acima, pode ser complicado descobrir como funcionam as versões de Géa Ilustrada. É o seguinte, seja qual for o "DVD" escolhido (fontes variadas ou fonte única):

A obra "Géa" tem basicamente duas versões: Versão Só Texto (sem ilustrações) e Versão Ilustrada.

A Versão Ilustrada tem três formatos.

O formato principal é bem simples de entender: cada um dos doze livros de texto contém as páginas de texto com as ilustrações entremeadas. O Livro Treze não possui ilustrações. O editor pode publicar o Livro Treze em DVD ou CD junto com os livros de texto impressos em papel, se o não quiser publicar em papel, pois é um dicionário com mil páginas. Muito mais sobre o Livro Treze está nesta página do site: http://www.ccdb.gea.nom.br/o_livro_treze.htm.

Na Versão Ilustrada, o Livro Treze tem o Sumário indicando os números das páginas dos doze livros de texto dessa versão, pois as ilustrações aumentam o número das páginas - e com isso as iniciais dos capítulos sobem de numeração. No resto, o Livro Treze da Versão Ilustrada de Géa é igual ao da Versão Só Texto (não-ilustrada).

Os outros dois formatos - Os outros dois formatos são mais complicados de se entender, mas tudo se facilita muito se soubermos que esses formatos foram criados por mim por dois motivos: o primeiro é servirem para uma possível publicação em livros eletrônicos (que no momento não me interessa); o segundo é terem sido etapas da criação daquela Versão Ilustrada (a do formato principal) que tem as páginas de texto junto com as das ilustrações.

Esses outros dois formatos não é indispensável estudar. Eles servem para que a gente possa abrir, ao mesmo tempo, no monitor, um livro de texto (sem ilustrações) e um livro correspondente com (apenas) as ilustrações.

Como os livros eletrônicos poderiam começar a ser vendidos por uma editora virtual hipotética; em primeiro lugar vendendo apenas os de texto (sem ilustrações); e mais tarde, os de ilustrações (sem texto), a existência de livros com (apenas) as ilustrações permitiria a quem baixasse a seu computador um livro só de texto, comprar depois, quando quisesse ou pudesse, o respectivo livro de ilustrações e acompanhar o texto enquanto fica ao mesmo tempo aberta em seu monitor a ilustração que ele quiser ver. Há vantagens e desvantagens nesse formato, que estão explicadas melhor num dos LEIA-ME do DVD.

Há dois conjuntos desses livros de Géa Ilustrada com texto num volume e ilustrações no outro, porque o livro de texto adquirido antes de estar à venda o livro de ilustração não teria indicação, nas páginas dos textos, a qual ilustração dado parágrafo se refere. Esta página do meu site esclarece, com ilustrações, mais profundamente o uso desses pares de livros eletrônicos: http://www.ccdb.gea.nom.br/capas_dos_livros_de_ilustracoes_de_gea.html

Caso a loja virtual fornecesse de uma só vez o livro de texto e o livro de ilustrações, para este caso há o par de livros em que o livro de texto contém números aos lados dos parágrafos (são números azuis), que informam a qual página do livro correspondente de ilustração aquele parágrafo numerado se refere.

O conjunto "livro só de texto mais livro só de ilustrações" que tem números ao lado dos parágrafos é mais evolvido, é melhor, está mais acabado, em comparação com o conjunto que não tem números aos lados dos parágrafos.

Tanto num quanto no outro conjunto, se tiver tempo e gosto de olhar, verá que logo no início dos livros está a explicação de como utilizá-los, a qual é específica para cada par (o que tem números ao lado dos parágrafos e o que os não tem).

-------------------------------------

Tudo acima é muito difícil de explicar num e-mail ou nos LEIA-ME do DVD, mas bem fácil de usar, depois que a gente entende como funciona. Principalmente, depois de a editora escolher e se fixar apenas na versão que achar melhor para publicar, dispensando as outras.

GÉA, ILUSTRADA OU NÃO
Eu sugeriria que atentasse apenas às versões Ilustrada (com páginas de texto no mesmo volume que as de ilustrações) e Não-ilustrada de Géa, deixando de lado os formatos previstos para livros eletrônicos (aqueles com as ilustrações num volume e o texto em outro).

Sugiro ainda: escolhida a versão que preferirá publicar (por exemplo: "Géa só texto, sem ilustrações, com uma só fonte - Times New Roman"), os arquivos dessa versão fossem copiados (somente eles) para uma pasta de seu computador, de modo a evitar confusão e para estudar apenas essa versão. Por segurança, poderia copiar para um DVD extra apenas a versão de seu interesse.

CAPAS E ILUSTRAÇÕES DOS LIVROS DE GÉA
Sobre as capas dos livros de Géa, sugiro ler no meu site a página "Capas dos livros de Géa". Entre outras coisas, porque as capas dos livros daquela versão com livro de texto separado do livro de ilustrações (a que produzi para livros eletrônicos) foram criadas mais recentemente que as capas da versão só texto (que são as mesmas da versão Ilustrada). Não só mais recentes como talvez mais bonitas. A editora poderia preferir as capas da versão mais recente para substiuir em todos ou em alguns dos livros da versão mais antiga.

Seja para qual livro for, da obra Géa, meu filho e eu aceitaríamos ilustrações e capas de outros ilustradores que a editora preferisse.

OS OUTROS LIVROS
Quanto à obra Geínha (a acentuação "errada" no título é proposital e está explicada no começo da obra e no site), depois de optar pela versão com fontes variadas ou a versão com fonte única (Times New Roman), é bem mais fácil de entender em seu projeto gráfico: há duas versões, apenas. Uma é a Ilustrada; outra, a Não-ilustrada (só texto). Não existem livros separados para texto e ilustrações. E também não existe o Livro Treze.

O livro chamado ")que(" não possui ilustrações - basta escolher a versão de fonte única (Times New Roman) ou a versão de fontes variadas.

"CCDB - Gravação Profissional", o livro técnico em co-autoria com meu filho RDB, só tem a versão ilustrada, porque o livro só pode ser lido e entendido se contiver as ilustrações. Então é só escolher entre a versão com fontes variadas ou a versão com fonte única (Times New Roman).
Seja para qual livro for, meu filho e eu aceitaríamos ilustrações e capas de outros ilustradores que a editora preferisse.

ANIMAÇÕES E ILUSTRAÇÕES EXTRA
As animações e ilustrações são conteúdo extra no DVD e não é indispensável estudá-lo, nem sequer olhá-lo.

Note que as ilustrações do conteúdo extra do DVD não são exatamente as que estão nos livros ilustrados; sim, as que fui criando até chegar ao que está nos livros. Elas só estão completas, definitivas, NOS livros ilustrados. As ilustrações extra, separadas, fora de qualquer livro, são uma espécie de "making of", como a gente vê nos DVDs de filmes cinematográficos.

------------------------------------

Aguardo então, sem pressa, sua nova mensagem! Espero ter ajudado - e, não, complicado... ;-)
Abraço cordial,
Cláudio
www.ccdb.gea.nom.br
ccdb@ccdb.gea.nom.br
(ENDEREÇO PESSOAL MEU, APAGADO PARA ESTE SITE - CCDB)
ccdbtelaria@gmail.com
(MEU TELEFONE, APAGADO PARA ESTE SITE)

Esta página foi criada em 17-01-2009, porém as cartas acima e as instruções sobre o uso do DVD foram enviadas aos editores em 2008 - CCDB



OS NUS NESTE SITE e BRASIL CENSURADO


 

Há sempre novidades nas páginas deste site CCDB - Géa, cujo conteúdo supera o do Kama Sutra e o da Capela Sistina. Aqui você verá pouco de Mutantes; algo de Guitarra de Ouro, caixas acústicas, áudio, Nova Eletrônica, gravação, sonorização, árvore genealógica; e até extraterrestre pelada em nu artístico, nada pornô - mas o foco é CCDB Livros. Você vê ilustrações em computação gráfica 3D, animações, literatura, apostila de xadrez e mais. CCDB, marca registrada, é a sigla composta pelas iniciais do escritor Cláudio César Dias Baptista. CCDB Livros é o único lugar onde você pode ler os livros de autoria de CCDB e RDB, em especial "Géa", cujo léxicon é duas vezes o de William Shakespeare em toda a sua obra e seis vezes o de Camões em "Os Lusíadas" e cujo conteúdo vai de sexo até misticismo e não aceita rótulos. Você pode ler "Géa", ")que(", "Geínha", "CCDB - Gravação Profissional", "Xadrez: Regras, Dicas e Dez Mandamentos" e outros on-line em iPad, iPhone, iPod, tablet, laptop e qualquer computador.

Se já entrou numa página convém mandar o browser recarregá-la após abri-la, porque vários browsers não atualizam as páginas sem esse comando e só mostram as cópias armazenadas nos arquivos temporários do seu computador.

Este site possui mais de duas mil páginas HTML (afora dez mil páginas HTML e PHP dos livros em CCDB Livros), além de sete mil outros itens. Conheça-o melhor pelo Acesso Normal, ou via Página Principal, ou pelo rápido Acesso às páginas mais visitadas.


Por que utilizo os serviços do Google?