Esta música segue roteiro e tem passagens incomuns, feito música de filme. Leia esta página antes de ouvir!

Tema dos Seres de Luz
(Tárky fros Gédos fre Géa)

Letras, música, voz e gravação de CCDB

TEMA DOS SERES DE LUZ WAV

(87,4MB) qualidade máxima

Agora também nas versões WAV
Light e Clean

VERSÕES LEVES EM MP3

TEMA DOS SERES DE LUZ (3.96MB)
Light (3.96MB)
Clean (4.15MB)

Baixe primeiro para depois ouvir. Conforme o browser isso se faz com o botão direito do mouse.

Instruções para baixar, em vários browsers     

Clique na imagem para vê-la em tamanho grande e alta resolução - foto por CCDB com câmara Sony DSC-P73 presenteada por Sérgio Dias

GRAVAÇÃO
O Tema dos Seres de Luz (Tárky fros Gédos fre Géa) foi gravado por mim e monitorado no Sistema de Áudio CCDB - descrevi esse sistema na Revista Nova Eletrônica e o montei em 1972. Sua qualidade até hoje lhe confere elogios de especialistas em áudio, músicos, engenheiros, audiófilos e leigos, que dizem ser o melhor já ouvido por eles - com amodéstia, digo o mesmo.

É importante frisar: não utilizei recursos de estúdios, mesa de som, CCDB 44, músicos, microfones, aparelhos de efeito, nada mesmo. Fiz a composição inteira num único programa de computador, sozinho... e sem dinheiro. O Tema dos Seres de Luz é um convite aos músicos de mais recursos para comporem novos e mais completos temas para os cinco planos em que se desenrola a obra Géa ou para qualquer personagem ou passagem ali descritos.

Gravei minha voz em várias trilhas (tracks); na principal, com um microfone de dez reais (visível na foto, frente ao monitor de vídeo), tipo eletreto, para computadores, e nas outras com um velhíssimo Shure SM-58 que tem de levar pancada para funcionar.

Toda a gravação foi feita em meu computador de produção, dádiva de meu grande amigo Raphael Vilardi. As outras trilhas contêm pistas com instrumentos MIDI, sobre alguns dos quais acrescentei efeitos especiais.

“FALTA MAIS TRABALHO”
Qualquer músico habituado aos recursos dos programas de composição, dos estúdios de gravação e dos palcos para apresentações ao vivo dirá que “falta mais trabalho” nesta e nas outras composições musicais de minha autoria. Concordo e lembro que compus cada música num só dia, com o mínimo de equipamento, sem plug-ins no programa de composição, com um teclado tão antigo que o programa não lhe obedece aos comandos mais úteis (copiar-colar) e com o único objetivo de convidar todos, músicos experientes ou iniciantes, a que criem suas próprias músicas, trabalhadas ou não, para que eu as publique neste site, em prol de divulgar os livros, completos, primorosos, perfeitos, onde não falta trabalho algum - confira, lendo-os agora mesmo em CCDB Livros! Embora falte mais trabalho, veja no gráfico à esquerda o sucesso da visitação neste site, medido em primeiro de maio de 2011. Esse sucesso é o dos vídeos e outrossim o das músicas; entre elas, a que lhe apresento nesta página e, conquanto falte mais trabalho, convido a baixar e ouvir!

REPRODUÇÃO
A música foi composta para ser ouvida em qualquer sistema de áudio; porém o será em toda a plenitude naquele que possua resposta extensa (em especial nos graves), plana, sem equalização e alta potência, para ouvir-se com volume alto num ambiente amplo e de boa acústica - ou ao ar livre. Não a compus para fones auriculares, mas pode ser ouvida neles.

Para que se ouçam os graves como os pretendi é indispensável que o sistema alcance alto nível de intensidade sonora, onde o ouvido humano tem sensibilidade suficiente para os graves profundos.

Não recomendo utilizar o Winamp para reproduzir, pois mesmo com o máximo volume nesse aplicativo e no mixer do Windows (refiro-me ao Windows 7), o sinal de saída de áudio será fraco. Recomendo ouvir via Windows Media Player do Windows 7, com o volume do mixer do Windows no máximo e ajustar o volume no controle do Windows Media Player - então haverá sinal de saída com boa amplitude e maior qualidade na reprodução. A distorção no som da bateria (drums), na passagem de andamento mais rápido é proposital, faz parte do projeto.

MINHA INTENÇÃO
Ao criar o Tema dos Seres de Luz na versão original, eu o fiz exatamente como pretendi. O Tema dos Seres de Luz deve conter a rebeldia, característica de Clausar e minha também. Daí eu haver incluído a bateria tumultuosa, com volume adrede exagerado e incomum nas gravações convencionais, sem faltar distorção e efeitos MIDI. Sei que a maioria das pessoas não poderá ouvir o Tema dos Seres de Luz num sistema de áudio à altura da composição; por esse motivo, eis o Tema LIGHT dos Seres de Luz e o Tema CLEAN dos Seres de Luz!

A MÚSICA SEGUE UM ROTEIRO, COMO NUM FILME CINEMATOGRÁFICO
Lendo a “Descrição das Etapas da Música Tema dos Seres de Luz”, mais abaixo nesta página, você verá que há um roteiro a partir do qual compus a música. O roteiro é a história do que acontece e é representado pela música. Portanto, se você imaginar que o Tema dos Seres de Luz é música para filme cinematográfico, entenderá muito melhor o motivo de a bateria tumultuosa entrar e encobrir tudo mais: é como se você visse o planeta Géa num filme em 3D e esse planeta se aproximasse muito, tapando tudo quanto lhe fica atrás; e o planeta, na música, tem um Leitmotiv, que é o som da bateria. Na música, o planeta é som e encobre (e deve encobrir) todo o resto. Quem ouvir simplesmente a música sem saber disso se espantará - mas talvez o espanto o(a) leve a querer saber o motivo de a música ser como é; então virá ler isto; e depois, quem sabe, desejará ler a obra Géa, o meu objetivo principal ao compor o Tema dos Seres de Luz.

TEMA LIGHT DOS SERES DE LUZ...

Para quem deseje ouvir toda a letra (embora seja em idioma alienígena), livre da bateria tumutuosa ou não tenha um sistema capaz de reproduzi-la como indicado acima, criei (também em qualidade máxima) o Tema Light dos Seres de Luz...

TEMA LIGHT DOS SERES DE LUZ WAV
(87,4MB) qualidade máxima

TEMA CLEAN DOS SERES DE LUZ...

Para quem queira ouvir todas as pistas (tracks) do Tema dos Seres de Luz, mas com a bateria tumultuosa em volume mais baixo, sem distorção nem outros efeitos, criei o mais convencional e comportado Tema Clean dos Seres de Luz...

TEMA CLEAN DOS SERES DE LUZ WAV
(91,51MB) qualidade máxima

AMBIENTE
A sala onde ouço e criei o Tema dos Seres de Luz tem seis metros de largura, onze de comprimento e três de altura. Com certas janelas e portas abertas, o amortecimento e as ressonâncias ficam excelentes, sem qualquer tratamento acústico nas paredes e teto.

Clique na imagem para vê-la em tamanho grande e alta resolução
Foto por CCDB com câmara Sony DSC-P73 presenteada por Sérgio Dias

Para que os graves do bumbo sejam perfeitos, o melhor ponto de audição é bem no meio da sala, onde se acha o meu computador de produção (trabalho de costas para o sistema e giro a cadeira quando é preciso ouvir melhor). O sistema de som fica encostado a uma das paredes de seis metros e projeta o som ao longo dos onze metros do recinto. As caixas frontais têm transdutores JBL. As caixas tipo Bose citadas na Nova Eletrônica continuam ativas; idem, o Subwoofer Labiríntico Central CCDB, com um alto-falante Gauss de 18”.

Se você tiver sala semelhante e um bom sistema de áudio, apto a alcançar 20Hz ou ainda mais baixo com resposta plana (no mínimo deve chegar plano aos 40Hz), poderá descobrir o ponto ótimo de audição dos graves, onde as ondas estacionárias (que sempre há em ambientes assim) não cancelarem o som mais profundo do bumbo, na passagem mais forte da bateria.

É muito interessante ouvir como se modifica o som mais grave do bumbo conforme o ponto de audição, na sala. Para que o bumbo seja ao menos percebido, mesmo nas piores condições (como pelos pequenos alto-falantes de um monitor de vídeo), a distorção que acrescentei no bumbo da bateria tem papel importante, pois cria freqüências em todo o espectro de áudio.

Saiba mais sobre o Sistema de Som CCDB

GRAVAÇÃO PROFISSIONAL
Tudo sobre gravação profissional de áudio (desde os sistemas simples e baratos até os mais complexos e dispendiosos) você pode estudar agora mesmo em CCDB Livros, na obra “CCDB - Gravação Profissional”, nova versão (atualizada em 2010) para leitura on-line, em co-autoria com meu filho Rafael Borges Dias Baptista - RDB.



Construção do Tema dos Seres de Luz

CENAS
A música inicia com a representação do firmamento visto no espaço profundo, em notas curtas e esparsas - cada nota representa um sol ou uma galáxia.

Geárion, o Ser de Luz, Ky Único da espécie dos enks (“homens” do planeta Géa), escolhe os sóis sob cujos raios banhar-se (cada sol é uma nota longa, cada nota separada da seguinte por uma oitava). Escolhidos os sóis para seu banho de Géa*, Geárion se multiplica em várias pessoas mas não perde sua identidade única; e cada uma de suas pessoas se aproxima de cada sol escolhido.

*Géa é a Essência das essências; tudo é feito de Géa, inclusive a Luz, a Vida e o Amor. Ela é também a parte feminina do Um, sendo Géo (Deus) a parte masculina.

À medida que Geárion se põe perante um sol, a nota musical desse sol é ouvida, até que todas as notas longas soam ao mesmo tempo, quando Geárion está diante de todos os sóis - podemos visualisar-lhe a perspectiva como se todos os sóis se unissem num só ponto, concêntricos.

A batida mais suave de bateria (drums), que então começa, representa a procura de Geárion por seu escolhido e a aproximação ao planeta Géa, onde esse escolhido (Clausar) se encontra.

Quando Geárion toca o Ky (a Alma) de Clausar e a matéria do planeta Géa, começa outra bateria com ritmo dobrado, pujante, com efeitos na MIDI track (entre eles flanger e distorção); essa batida pesada simboliza o plano onde vive Clausar em meio ao tumulto e a violência: é o Plano dos Seres Sapientes, inferior ao dos Seres de Luz.

A presença do tumulto sonoro não perturba a voz que continua serena, indiferente a se lhe compreendem ou não a letra - ela está LÁ, no Plano dos Seres de Luz e durará mais que o tempo e o espaço. A batida violenta tem vida curta...

Essa batida representa outrossim a minha boa recordação dos meus tempos agitados de baterista, embora eu a tenha gravado em trilha MIDI, só tocando as teclas do velhíssimo teclado em que escrevi Géa.

Quando cessa a batida tumultuosa, Clausar já está com Geárion; e os dois cantam em uma e em duas vozes o Tema dos Seres de Luz - e o Tema de Géa faz suave contracanto em duas estâncias da letra, para lembrar que o plano dos Seres de Luz se liga a todos os outros e tem por Essência o Plano Divino, cantado no Tema de Géa.

Após Geárion e Clausar cantarem juntos, o Ser de Luz parte rumo ao Nada Absoluto e ali grava os dados indeléveis de seu encontro com Clausar e de seus planos para ele, o escolhido. Essa parte da música tem outra melodia e é tocada por apenas um instrumento MIDI, que sola em som agudo e espiritual, como o da flauta e do clarinete. Sublime, esse som brinca, feito criança feliz! - e na sua singeleza supera em muito o peso e o tumulto daquela poderosa bateria...

Retorna a melodia inicial; e o fim da música é o sucesso de Geárion e de Clausar, ambos rumo a planos mais altos.

SINCRONISMO
O sincronismo preciso das vozes com as notas musicais e dos próprios instrumentos musicais é facílimo de realizar no programa de computador que utilizei para compor o Tema dos Seres de Luz. Sem dúvida o estilo Kraftwerk é lindo e o falso Mozart do maligno filme Amadeus ficaria de cabelos mais brancos do que sua peruca se ouvisse o “sincronismo” do Tema dos Seres de Luz...

Sincronismo “perfeito”, quando não se trate de estilo (como o de Kraftwerk), torna-se música imperfeita, “música de computador”. Mas não é para evitar tal “perfeição” nem estadear rubatos chopinianos que as vozes e os instrumentos são assíncronos no Tema dos Seres de Luz; sim, para representar a superação do continuum espaço-tempo e a serenidade superior às dimensões da física, alcançadas por Geárion e Clausar.

ESTRUTURA
A estrutura musical do Tema dos Seres de Luz semelha a do Tema de Géa sem plagiá-lo; sim, para representar a coincidência de todos os planos, cuja Essência é a Géa, no Plano Divino. Tudo é Um e é Muitos, ao mesmo “tempo” e no mesmo “lugar” - em verdade, além de tempo e lugar.

 

Pequena história dos Seres de Luz

O Ser de Luz (Geárion, o Ky Único da espécie dos enks) toma banho de sóis; sim, de sóis, porque um Ser de Luz pode estar em quantos lugares quiser ao mesmo tempo. Para ele, os sóis se interpenetram num só ponto de seu plano de vida. Desse ponto lhe vem a Géa, a Essência das essências, que o banha como aos humanos os raios do Sol.

Geárion escolhe entes de sua espécie no planeta ao longe; e fios de Géa lhe partem dos dedos rodopiando para eles. Entre os escolhidos está o enk chamado Clausar, mas este não sabe. Uma vida difícil de duros obstáculos o espera, até que se confirme o acerto da escolha de Geárion... Clausar não tem certeza de existirem Seres de Luz; quer evidências. Um dia ele tem a demonstração cabal, cem por cento: Geárion a ele se apresenta e o põe à prova.

Rá é filho de Clausar com Gia e conhece Tóxia, a telária da peçonha mortal. Tóxia parece aranha, mas é a escolhida do Kytelária, Ser de Luz da sua espécie, a das telárias. Ela e Geárion ensinam a Rá os segredos de enxergar os Seres de Luz, coisa tão difícil para Clausar e tão fácil para seu filho...

Deitado ao pé de uma grande trônquia (árvore do planeta Géa), Rá vê vários Seres de Luz em ação e conversa com o Kytelária. Quando Tóxia ataca duas zúmbias (vespas), as escolhidas do Kyzúmbia, quase se dá a primeira luta entre Seres de Luz: Kyzúmbia contra Kytelária! Mas Kytridéltico (o Ser de Luz dos humanos), em visita ao planeta Géa, salva o Universo de tamanha conflagração. O Kytridéltico contém em si vários entes; ele foi (e continua sendo) diversos humanos célebres e se apresenta a Rá e Tóxia como dois deles: Jesus e Nefertiti - depois, mostra-se com todo o fulgor de sua Luz.

Levado por Geárion (o Kyenk), Clausar revive a sua vida e conhece os segredos dos Seres de Luz; mas, quando sua viagem termina, Geárion lhe diz que não passou no teste. Gia, seu amor, consola Clausar e sugere: quem sabe isso de “não passar” seja mais um teste? E Clausar se reanima.

Surge no espaço mais profundo o vórtice, com que Géo (Deus) está eliminando todo o Cosmo, por motivo que só no fim da obra Géa se saberá. Clausar sobe com Posenk (o bio-computador) na Laranja (um disco voador, a mais bela e poderosa nave do Universo) para enfrentarem o vórtice, defendido por Oég, a Morte personificada.

Tóxia penetra na Laranja e - após outros heróis tentarem vencer Oég, deixando-lhe profundas cicatrizes - chega a vez de Clausar que, com a Ecoespada de sua invenção enfrenta a foice de Oég.

Sob raios dos Imaginátores da Laranja, Clausar (com Tóxia sobre sua cabeça para ajudá-lo no combate e lhe costurar com sua teia as feridas) cresce mais que galáxias e as decepa em meio à luta na tentativa de ferir o portador da foice, enquanto glóbulos vermelhos do seu sangue derramado e glóbulos negros do sangue de Oég se misturam a estrelas gigantes vermelhas no piso gravitacional criado por Posenk.

Já em seu tamanho normal e dentro da Laranja, Clausar é derrotado e morre de pé. Encontra-se com Géo, Deus. Géo lhe infunde a Géa e nova vida. Enquanto isso, Oég se diverte pilotando a Laranja...

Prevendo esse desfecho fatal; antes da luta, Clausar e Posenk programaram a esférula mãe de bióticos (circuito principal de controle da Laranja). Dotada da força infinita dos Imaginátores, a própria nave assume o controle, destrói o vórtice e subjuga Oég.

Oég se dá por vencido, revela-se como Geárion, conta que a luta fora um teste para provar a Géo o valor de Clausar e prepara Clausar para tornar-se o Ky Único dos enks. É a primeira vez que um Ser de Luz abdica e transmite o seu poder a outrem. A maioria dos Seres de Luz do Universo não aceita a novidade e enfrenta Clausar, Geárion e os poucos Kys Únicos de espécie que se puseram a seu lado - entre estes o Kytridéltico. É a maior batalha de todos os tempos e se dá no âmago do Nada Absoluto.

Géo intervém e cessa a luta. Os Seres de Luz caem em si e Clausar recebe a Iniciação como Ser de Luz da espécie dos enks. Enquanto isso, Gia é salva por Beldite (a deusa do amor) do mergulho no vórtice e transformada por ela em deusa também. Quando Gia se encontra com Clausar ambos misturam seus Kys (almas) e adquirem os poderes um do outro.

Leia a história completa dos Seres de Luz na obra Géa, em CCDB Livros!

 

Letra do Tema dos Seres de Luz
(Tárky fros Gédos fre Géon)
Composta por CCDB em Abril de 2010

Eu canto em teruzês, idioma do país Teruz, planeta Géa. Você pode cantar nesse idioma ou em português. Aceito e publicarei neste site a mesma composição executada por você num desses idiomas!

Na letra em teruzês, as palavras que nesse idioma não recebem acento gráfico estão acentuadas para facilitar a pronúncia pelos terráqueos.

EM PORTUGUÊS
Tema dos Seres de Luz

Mil sóis coalescem num só,
Em seus raios se banha o Avatar.
Ser de Luz ele bem é...
E lá no mundo assaz remoto...
Para o teste ele já escolhe o enk Clausar.

Seu filho é guiado por Toxiá,
Aos segredos dos Entes de Luz.
O menino de Géa...
Vê os Kys das espécies...
Num só ser, Nefertiti é Jesus!

Dos homens a só Alma ele é,
De passagem lá no orbe de Rá.
A luta ele evita...
Dos mil Seres de a Luz...
Bem fundo na paz ele está!

De Geárion em o teste ele não passa,
Clausar enk a quem co' amor Gia consola.
Sua Beldite o anima...
Tão alegre o seduz...
Do combate Clausar forte não se isola!

Da Morte o outro nome é Oég!
Ele o vórtice no alto protege.
A Clausar ele mata...
Dura foice, ele retrata...
Quem deveras o seu Cosmo já correge!

Da Géa Clausar morto ressuscita!
Em seu teste ele passara por Oég!
Ser de Luz ele já é...
E com Gia agora tem...
Na sua mão todo o destino e toda a sorte!

EM TERUZÊS
Tárky fros Gédos fre Géon

Tuks írias augústi djed ûst,
In frus spindis si pássur du Ávatar.
Gédo frê Géon ilo djést...
Ud in vérdis dalést...
Tren du tôest ráit singléstes Clausár.

Ni ênkin djest bôhem per Toxiá,
Treni tájnas fros Gédos fre Géon.
Du enkínin fre Géa...
Iría dus Kys fyas ártin...
Djed ûst dgédo, Neférti djést Iésu!

Fros déltris der Ky ilo djést,
Fre kecídes in du vérdis fre Rá.
Der voiténen ilo rûl...
Fros tuks Gédos fre der Géon...
Ilús djúpen in der táiken ilo djést!

Geárion in du tôst ilo ne késs,
Cláusar fal tru beldo Gia du kyssúra.
Fru Beldite ilo regédia...
Ivy frárdi ilo sedéon...
Fro jasténe Cláusar enk ne si lér!

Oég djést dlas méno du der Mórs!
Ilo vórax in sokýne besimért.
Fal Cláusar ilo dotén...
Cum fru scyrthes barkannért...
Tru du Vútur náujas ráiten ni potért!

Fya Géa Cláusar dôten vivetláv!
Ilo késserden in tôesten fre Oég!
Gédo frê Géon ilo djést...
Ud cum Gia ráit haré...
In fra táy du sintotér ud al der tég!


GLOSSÁRIO COM TODAS AS PALAVRAS EM TERUZÊS DO TEMA DOS SERES DE LUZ (TÁRKY FROS GÉDOS FRE GÉA)
Com asterisco (*) são as que já existem na obra Géa

(algumas palavras já aparecem com a grafia da pronúncia para a música)

TÁRKY = TEMA
*fros = dos (fro = do)
*fre = de
*gédos, gédios = seres (*gedo, gédio = ser)
tuks = mil
*írias = estrelas
augústi = coalescem
djed = num
ûst = só
*in = em
frus = seus
spinds = raios
si = se
pássur = banha
du = o (dus = dos)
Ávatar = Avatar
*fre = de
*Géon = Luz
*ilo = ele
*djest (pronúncia de "gest") = é
*ud = e
vérdis = mundo, cosmo, universo
daléko = remoto, distante
tren = para
tôest = teste
enrait = já, agora
singles = escolhe
ni = seu, dele
ênkin = filho
bôhem = guiado
per = por
tajnas = segredos
enkinho = menino
iría = vê
Kys = Seres, Almas
fyas = das (fya = da)
ártin = espécies
Neférti = Nefertiti
Iésu = Jesus
déltris = homens
der = a
kécid = passagem
vóit = luta
rûl = evita
ius = bem, certo, justo
djúpen = fundo, profundo
táik = paz
késs = passa (verbo passar)
fal = a (na acepção de "para")
tru = quem
kyssúra = consola
*regédia = anima, revive
frárdi = alegre
jástene = combate
ne = não
lér = isola
vórax = vórtice
sóky = alto
dôten = mata, morto (verbo matar)
cum = com
scyrthes = foice
barkánnen = retrata
Vútru = Cosmo
naújas = deveras
potért = correge
vivetláv = ressuscita
kessére = passara
ráit = já, ora
hare = tem
fra = sua
táy = mão
sintóter = destino
toda = al
tég = sorte

Você pode ler a obra Géa completa em CCDB Livros. Pode também baixar em PDF o Livro Treze, em que há o Glossário Geóctone, com a tradução de todas as palavras em teruzês presentes na obra Géa e com o Rarefeito Dicionário de Palavras Raras, em que se acha o significado das palavras da língua portuguesa, na acepção e na conotação exata que lhes dei no texto de Géa.

Neste mesmo site, você encontra a tradução de várias palavras do idioma teruzês nesta página.

Neste mesmo site, além de em CCDB Livros na obra Géa, você vê as ilustrações com as personagens citadas na letra do Tema dos Seres de Luz.

 

COMO BAIXAR
Instruções para baixar o Tema dos Seres de Luz e o Vídeo CCDB 44, em vários browsers

RECOMENDO O FREE DOWNLOAD MANAGER!

Baixa muito mais rápido e sem problemas!

Resultado perfeito de download de vídeos (também válidos para músicas) com o Free Download Manager e endereço pra baixar

Os dados a seguir são para downloads SEM o uso do Free Download Manager

Utilizo o Windows 7 Ultimate. Com base nesse sistema, eis como baixar o Tema dos Seres de Luz, o Vídeo CCDB 44 e o Tema de Géa. Creio que nos outros sistemas será parecido, senão igual.

Pra baixar o Vídeo CCDB 44, Tema dos Seres de Luz e o Tema de Géa, conforme o browser que você utilize, é preciso usar o botão direito ou o botão esquerdo do mouse.

GOOGLE CHROME
Se usa o Google Chrome, no caso do Vídeo CCDB 44, clique com o botão esquerdo mesmo no link do vídeo, que já aparecerá uma rodinha parecida com um relógio no canto inferior esquerdo da janela do browser. Ela se enche de verde no sentido horário e, quando terminar de baixar, pisca e fica quieta. Aí você clica nela com o botão direito e manda ver na pasta, pra saber em que pasta haverá baixado. Então é só pôr na pasta que preferir ou assistir ao vídeo a partir desse lugar. Testei várias vezes e está baixando e abrindo perfeito.

No mesmo Google Chrome, no caso do Tema de Géa, por ser MP3, o procedimento é diferente! Se clicar com o botão esquerdo no link do Tema não dá certo, ou será difícil. Deve clicar com o botão direito e, agora com o botão esquerdo, clicar em "Salvar link como..." e abrir-se-á a página onde salvará o Tema de Géa. Idem se preferir a versão WAV, de muito maior qualidade porém mais pesada.

FIREFOX
Com o Firefox, no caso do Vídeo CCDB 44, clique com o botão esquerdo no link do vídeo e abre-se uma caixa de diálogo perguntando se quer "Abrir com (um dos programas pra assistir a vídeos)" ou fazer o "Download". Clique no botão de rádio de "Download" e clique "OK".

Com o Firefox, há dois procedimentos no caso do Tema de Géa: o de MP3 é só clicar no link que aparece um quadro de diálogo e já vai baixando - você acompanha o download pelo mostrador que vai se enchendo de cor verde e após terminar o download, clicando na janelinha de download acha a pasta onde estará o arquivo para ouvir. No caso do WAV o procedimento é igualzinho ao do Vídeo CCDB 44 para Firefox.

iEXPLORER
Com o iExplorer (o browser default do Windows), no caso do Vídeo CCDB 44, clique no link do vídeo e aparece um quadro de diálogo que pergunta se quer baixar. Mande baixar e assista ao vídeo após baixar. No caso do Tema de Géa, clicando no link da versão MP3 abre-se direto o programa do Windows, que já vai baixando e fazendo ouvir o Tema. Se preferir salvar e ouvir depois (recomendado), clique com o botão direito no link e clique com o esquerdo em "Salvar destino como" - então salve e ouça depois de salvar. No caso da versão WAV, deve utilizar o segundo processo (botão direito, "Salvar destino como" e salvar), pois a janela do aplicativo de ouvir músicas se abre mas não sai som, ou demorará muito pra sair se clicar com o botão esquerdo.

Os outros links da página Tema de Géa abrem-se de um ou do outro jeito explicado acima, nesses browsers.

No quadro mais abaixo há instruções sobre como baixar e salvar utilizando o Windows XP. As instruções são copiadas da página da música de Marcelo Frey; adapte-as por gentileza para o caso do VÍDEO CCDB 44 e do Tema dos Seres de Luz. Como não utilizo mais esse sistema operacional não tenho meios de expor passo a passo no caso específico desses arquivos.


Você pode ler Géa agora mesmo em CCDB Livros!

A História dos Seres de Luz é um resumo fácil em texto e em música para você conhecer a obra Géa. Mas há quatro outros planos ou esferas em que se dão as histórias, na obra Géa.

Outras músicas podem ser criadas sobre cada plano em que se desenrolam e interagem as histórias da Géa e de Géa!

 

CCDB - 13-04-2011



Como SALVAR o arquivo MP3 ao seu computador:

INSTRUÇÕES VÁLIDAS PARA QUEM UTILIZA O SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP PROFESSIONAL

Ao clicar no link "AQUI", logo acima, abre-se uma caixa de diálogo "__% of gea_musica_de_marcelo_frey.mp3 concluído" e a barra de download dessa caixa vai enchendo-se.

Sob essa barra aparece o Tempo estimado e o arquivo baixará para uma pasta temporária (donde poderia ser salvo definitivamente, conforme as instruções de "como salvar as animações", neste site).

Assim que o download está concluído, abre-se o Windows Media Player e a música toca!

Para salvá-la em definitivo em seu computador, é mais fácil simplesmente usar o menu do Windows Media Player (não, o do browser) e salvar numa pasta do seu computador. Porém...

Se você possui mais de um programa instalado em seu computador que rode arquivos MP3 (por exemplo, o Quick Time for Windows, além do Windows Media Player original do Windows XP Professional), é importante saber que nem todos os programas extras podem salvar o arquivo em seu computador, ou que, para poderem, devem ser baixados de seus fornecedores na versão não-gratuita.

O Windows Media Player que vem com o Windows XP Professional pode salvar o arquivo ao seu computador.

Para isso, é preciso que o Windows Media Player seja o programa "default" de execução de MP3.

Para tornar o Windows Media Player o "default" (caso já o não seja), clique com o botão direito do mouse em qualquer arquivo MP3, clique em "abrir com", clique em "escolher programas", clique no ícone do Windows Media Player dentro da lista de programas possíveis, ative o tique "Sempre usar o programa selecionado para abrir este tipo de arquivo" e clique "O.K.".

Para que o Windows Media Player possa tocar arquivos MP3 faça isto: abra o Windows Media Player; no menu desse programa clique em "Ferramentas" > "Opções..." > "Tipos de Arquivos", ative o tique em "Arquivo de áudio MP3" na lista que aparece, clique em "Aplicar" e clique "O.K.".

Depois de tomadas essas providências, quando você clicar no link desta página (acima, no fim do texto verde) que serve para baixar "Em Géa", o Windows Media Player abrir-se-á, e você poderá usar o menu desse programa (não, o menu do browser) para salvar o arquivo MP3, clicando em "Arquivo" > "Salvar Como..." e escolhendo a pasta do seu computador onde o salvar antes de clicar o botão "Salvar".

Nota: o formato MP3 não dá a melhor qualidade de som; em troca, permite o uso de arquivos pequenos. Devido aos oito minutos e dezessete segundos de duração, a qualidade MP3 foi ajustada para mínima (o que dá ainda resultado bem aceitável - vale a pena baixar), resultando mesmo assim no arquivo com mais de oito megabytes. Para máxima qualidade, procure diretamente Marcelo Frey (endereço fornecido acima, nesta página) e obtenha uma cópia em CD de "Géa".

- CCDB 06-01-2009


Links para todas as músicas, animações e o mais visitado conteúdo deste site

Acesso às páginas mais visitadas

 


 

 

 

Há sempre novidades nas páginas deste site CCDB - Géa, cujo conteúdo supera o do Kama Sutra e o da Capela Sistina. Aqui você verá pouco de Mutantes; algo de Guitarra de Ouro, caixas acústicas, áudio, Nova Eletrônica, gravação, sonorização, árvore genealógica; e até extraterrestre pelada em nu artístico, nada pornô - mas o foco é CCDB Livros. Você vê ilustrações em computação gráfica 3D, animações, literatura, apostila de xadrez e mais. CCDB, marca registrada, é a sigla composta pelas iniciais do escritor Cláudio César Dias Baptista. CCDB Livros é o único lugar onde você pode ler os livros de autoria de CCDB e RDB, em especial "Géa", cujo léxicon é duas vezes o de William Shakespeare em toda a sua obra e seis vezes o de Camões em "Os Lusíadas" e cujo conteúdo vai de sexo até misticismo e não aceita rótulos. Você pode ler "Géa", ")que(", "Geínha", "CCDB - Gravação Profissional", "Xadrez: Regras, Dicas e Dez Mandamentos" e outros on-line em iPad, iPhone, iPod, tablet, laptop e qualquer computador.

Se já entrou numa página convém mandar o browser recarregá-la após abri-la, porque vários browsers não atualizam as páginas sem esse comando e só mostram as cópias armazenadas nos arquivos temporários do seu computador.

Este site possui mais de duas mil páginas HTML (afora dez mil páginas HTML e PHP dos livros em CCDB Livros), além de sete mil outros itens. Conheça-o melhor pelo Acesso Normal, ou via Página Principal, ou pelo rápido Acesso às páginas mais visitadas.


Por que utilizo os serviços do Google?